top of page
Buscar

Manejo de populações de plantas daninhas resistentes aos herbicidas inibidores da ACCase


O controle de biótipos de plantas daninhas resistentes a herbicidas inibidores da ACCase nas culturas de soja, milho, algodão e trigo considerando apenas a tática química é um desafio. Isso se dá devido ao baixo número de herbicidas com mecanismo de ação alternativo disponíveis para essas culturas.


Por isso, para o controle dessas populações, é primordial que seja adotado o manejo integrado de plantas daninhas (MIPD) através do uso de um conjunto de técnicas químicas e não-químicas integradas e apropriadas no sistema de produção utilizado. O MIPD em uma propriedade deve ser levado em consideração em longo prazo devido ao banco de sementes.


Assim, o mais recomendável na presença de biótipos resistentes a herbicidas do Grupo A é a rotação de culturas, o que permite utilizar herbicidas de diferentes mecanismos de ação, quando possível, dependendo da espécie presente na lavoura, com o objetivo de reduzir a infestação dos biótipos resistentes.


Saiba mais sobre o manejo da resistência de plantas daninhas aos herbicidas em nosso site!


Comentarios


bottom of page