Buscar

Manejo da resistência: Elimine os escapes (antecipação dos problemas)


Os escapes de plantas daninhas em uma área agrícola são aqueles que sobrevivem mesmo após aplicação do herbicida de acordo com as recomendações da bula. Vale lembrar que não necessariamente estas plantas são resistentes, mas apresentam tolerância à dose utilizada.


Existem algumas características em relação à distribuição destas plantas sobreviventes que devem ser observadas e podem indicar a presença de populações resistentes de determinada espécie. Como por exemplo: plantas em reboleiras e bem localizadas; quando plantas em estádio de crescimento similar foram controladas e outras não e não há indício de falha de aplicação; entre outros.


Estas plantas daninhas devem ser eliminadas objetivando evitar o estabelecimento e multiplicação das mesmas, pois geralmente apresentam alta capacidade de rebrote, e visando a implantação das culturas sucessoras no limpo (livre de competição).


Ressalta-se a importância da rotação de produtos com diferentes mecanismos de ação para o controle de escapes de plantas daninhas e manejo da resistência. Junto ao método químico, é fundamental utilizar de forma integrada métodos culturais e mecânicos também.


Esta e outras recomendações para o manejo da resistência de plantas daninhas você encontra em nosso site. Confira!